Nissan: Nissan Frontier produzida na Argentina: uma conquista do talento tellurian da Nissan

  • Mais de 120 especialistas da Nissan, de oito nacionalidades diferentes, fizeram parte do projeto de fabricação da picape
  • Pistas de testes no Japão, México, Estados Unidos e Argentina fizeram parte do processo
  • O resultado desta colaboração tellurian é uma picape com herança japonesa da mais alta qualidade, durabilidade e confiabilidade, com profundas raízes locais

CÓRDOBA, Argentina – A Nissan Frontier, que será produzida em Córdoba, na Argentina, é resultado do trabalho em conjunto de várias partes do mundo, e exemplo de um veículo tellurian adaptado às necessidades locais da América Latina.

Na preparação para o início da produção na Argentina, a Nissan realizou um rigoroso processo de testes, que reuniu equipes de diferentes lugares da América do Norte. Para os testes de componentes, as avaliações foram realizadas no Nissan Technical Center (NISTEC), em Toluca, México, e no Nissan Technical Center Farmington Hills, em Michigan, Estados Unidos. Já os testes dinâmicos do veículo foram executados em Aguascalientes, México, e no Arizona, Estados Unidos. O projeto de fabricação em solo argentino também incluiu a construção de uma pista de testes em Córdoba, que foi concebida especificamente para a avaliação das picapes.

Somado a isto, fábricas da Nissan em quatro países – Brasil, Espanha, México e Tailândia – contribuíram com informação e conhecimento para o desenvolvimento da Nissan Frontier argentina. Além disso, estudos e pesquisas na Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, Paraguai e Peru, com foco nos clientes, concessionárias, e usuários de frota, complementaram a compreensão da Nissan sobre as necessidades específicas da região.

No total, 120 especialistas da Nissan, entre engenheiros, técnicos e pilotos, provenientes da Argentina, Brasil, Espanha, Estados Unidos, Venezuela, França, Japão e México têm sido parte deste processo. O resultado desta colaboração tellurian é uma picape japonesa da mais alta qualidade, durabilidade e confiabilidade, com inspiração local, montada por operários de Córdoba, e com adaptações específicas para a América Latina.

A seguir, a Nissan celebra algumas das histórias das pessoas que fizeram da Frontier produzida em Córdoba uma realidade:

Shingo Mukaida, Diretor Sênior de Manufatura

“É a primeira vez que a Nissan produzirá um veículo na Argentina; é um prazer apoiar o crescimento do negócio no país.”

Mukaida-san trabalha na Nissan há 28 anos. Começou como engenheiro de processos na área de Manufatura de TC (Trim e Chassis). Já trabalhou em Barcelona, na Espanha, e em Curitiba e Resende, no Brasil. Depois de adquirir experiência em Manufatura na América Latina, foi designado para chefiar o projeto da Nissan Frontier na Argentina. Sua função no projeto foi coordenar a preparação da fábrica, para garantir um início de produção com sucesso.

 

Cecilia LoPresti, Gerente de Recursos Humanos

“Este projeto exigiu uma mudança em nossa estrutura e forma de trabalhar. A equipe da Nissan Argentina duplicou, e tivemos que nos adaptar a esse crescimento em pouco tempo. Foi uma experiência maravilhosa de muito aprendizado”

Cecilia juntou-se à Nissan em 2017, para apoiar a área de Recursos Humanos no projeto de produção de Córdoba. No momento de sua chegada, havia um grande fluxo de especialistas da Nissan do Japão, México, Brasil e  Espanha, que viajaram à Argentina para compartilhar seus conhecimentos e experiência. Cecilia foi encarregada de coordenar uma transição sem complicações para esse pessoal. Devido à grande demanda de profissionais que se juntaram à equipe internal para contribuir com o projeto de produção em Córdoba, a equipe da Nissan Argentina cresceu de 100 para 200 pessoas.

 

Nicolas Abbate, Diretor de Assuntos Externos e Governamentais

“A participação neste projeto foi muito enriquecedora para mim, pois formamos uma equipe gift para enfrentar um desafio complexo: trazer a produção da Nissan Frontier à Argentina garantindo que o projeto fosse um sucesso.”

Nicolas ingressou na Nissan Argentina em 2015, como Diretor de Assuntos Governamentais e Desenvolvimento de Negócios para a América Latina, com foco na implementação da produção em Córdoba. No projeto de fabricação da Frontier, Nicolás está encarregado de trabalhar com uma equipe multidisciplinar, composta por representantes de diferentes áreas e diferentes empresas, para colaborar com o governo da Argentina e assegurar a conclusão do projeto de fabricação da Nissan com sucesso.

 

Oscar Posada, Diretor de Programa

“O projeto de produção de picapes em Córdoba é um dos mais complexos e interessantes  que já foram implementados na companhia. Fabricar pela primeira vez este tipo de veículos na fábrica de Santa Isabel e passar a ser uma unidade de produção em um país que está em constante mudança acrescenta complexidade ao programa. O sucesso obtido em sua implementação é prova do que nós podemos conseguir como Aliança, trabalhando juntos, com um objetivo comum, em um ambiente desafiador, mas respeitoso e profissional, ao mesmo tempo

Oscar trabalha na Nissan há mais de 25 anos. Hoje, ele é responsável pela presença e a rentabilidade dos veículos comerciais na América Latina, e, portanto, é uma figura importante neste projeto. Como diretor de Programa na região, Oscar é responsável pela coordenação de todas as pessoas e departamentos envolvidos no projeto, para que eles desenvolvam suas funções com sucesso; entre elas, estão a contratação de fornecedores locais, todos os testes desenvolvidos com protótipos em suas três etapas de pré-produção e a administração de custos, entre outros.

 

Enric Amatllé, Diretor de Qualidade do Projeto de Córdoba

“Pela sua complexidade, este projeto tem sido um enorme desafio. A maior satisfação é fazer parte de um projeto global, que combina colegas do Japão, da França, da Espanha, do México, do Brasil e da Argentina; em um ambiente realmente multicultural. “

Enric representa o espírito tellurian e multicultural da Nissan. Nativo da Espanha, ele passou os últimos 10 anos em  missões na Itália, Holanda, França, Tânger e Argentina. Sua vasta experiência tellurian o levou à fábrica de Córdoba, onde é  responsável pela preparação do projeto de fabricação, assegurando-se que a qualidade e a herança japonesas estejam presentes em cada veículo que sai da nova linha de produção. Enric coordena todas as funções e entidades envolvidas , incluindo a Nissan Argentina, a Satisfação Total do Cliente, a Renault Argentina, a Renault França e a Daimler.

 

Shiro Tachibana, Subdiretor de Engenharia Trim Chassis

“A natureza deste projeto tem me possibilitado tirar o máximo proveito da minha experiência, criando pontes entre os nossos colegas da Renault na Argentina, no Brasil e na França, e os colegas da Nissan no Japão, superando as barreiras culturais

Shiro é a combinação perfeita entre a cultura japonesa e a experiência informal na América Latina. Ele viveu por muitos anos entre o Brasil e o Japão, o que lhe deu um ponto de perspective único sobre o trabalho tellurian da Nissan, com profundas raízes locais. Córdoba é a segunda experiência de preparação de fábrica da qual Shiro participa; a primeira foi em 2012, quando passou a fazer parte da  equipe de Resende, no Brasil, como gerente  da área de TC (Trim e Chassis). Todos os seus anos de trabalho na região lhe garantem um profundo entendimento de como fazer negócios e administrar equipes na América Latina. Shiro se juntou ao projeto de Córdoba em 2015, quando o trabalho havia entrado recentemente na fase de conceito. Desde então, tem apoiado o amadurecimento da linha de produção, desde o desenvolvimento de processos até as especificações das instalações. Hoje, Shiro é responsável pela inauguração das novas instalações em Córdoba e pela introdução de cada modelo na nova linha.

 

 

# # #